Prestadora De Serviços

Como fazer a contabilidade de uma empresa prestadora de serviços?

Grande parte das empresas hoje são prestadoras de serviços. E ter uma atenção especial quanto a contabilidade é sempre vital, afinal, como equilibrar as contas, receitas e despesas sem esse tipo de apoio?

Hoje falaremos tanto para o novo empreendedor que deseja abrir uma empresa, como para aquele que já possui uma prestadora de serviços.

Se você deseja montar uma empresa de prestação de serviços, será necessário ter um contador para abrir seu empreendimento, cuidando de toda a parte burocrática e registrando-o no regime tributário correto. Isso é vital, pois permitirá que seu negócio seja enquadrado dentro do seu campo de atuação e atividade exercida, eliminando os gastos desnecessários com pagamentos de tributos à maior. Talvez, se você tentasse cuidar disso sozinho, poderia não ter o conhecimento necessário para o enquadramento tributário correto e consequentemente teria que pagar mais tributos, descapitalizando a empresa desnecessariamente.

Será também preciso fazer uma consulta de viabilidade via REGIN, esse é um Sistema Integrado de Cadastrosque centraliza na Junta Comercial todas as entradas e informações a respeito das empresas cadastradas em nível Federal, Estadual e Municipal.

Essa consulta e pedido de verificação viável, por exemplo, permite ao empreendedor analisar a viabilidade de implantação de sua empresa prestadora de serviços.  

Depois disso seguem outros passos, como:

  •  Elaborar o contrato social.
  • Registrar o contrato na Junta Comercial.
  • Dar entrada no CNPJ pelo DBE – Documento Básico de Entrada.
  • Requerer alvarás de funcionamento e da vigilância sanitária.
  • Manter sua contabilidade organizada.

Mas eu já possuo uma empresa prestadora de serviços e agora?

Já se você possui uma empresa prestadora de serviços, todas essas ações já foram realizadas, então a questão de se manter uma gestão contábil adequada se torna de extrema necessidade.

Por via de regra, as empresas que prestam serviços são sujeitas ao recolhimento de certos tributos, são estes:

  • PIS.
  • COFINS.
  • IRPJ.
  • CSLL.
  • Contribuições previdenciárias.
  • ICMS (sobre transportes intermunicipais e serviços de telecomunicação).
  • ISS.

O ISS farmacias similares tiene viagra por exemplo, é um dos impostos de importância para toda empresa prestadora de serviços. A depender do serviço que atua perante o município, sua alíquota pode ter variação de 2% a 5%.

Em determinados municípios há uma cobrança com base no caixa, ou seja, proporcional a receita recolhida, já em outros casos, a região age sob o regime onde a competência incide de acordo com o faturamento. Por isso, ter o apoio de um contador se tão essencial para a manutenção do equilíbrio de sua empresa prestadora de serviços.

Nesse sentido é que se faz necessário conhecer o regime tributário do seu município e o tipo da sua empresa de prestação de serviço, ou seja, seu ramo é para atendimento na construção civil? Tem a ver com limpeza?

Tudo isso deve ser analisado e calculado de maneira prudente e correta.

Mais cálculos…

Existem empresas de prestação de serviço que também fornecem mercadorias. Nesse caso, a operação se torna mista, e é onde muitas vezes, a maioria dos empresários sentem grandes dificuldades na incidência do ISS, e quanto ao ICMS.

Nesse sistema, é preciso seguir o que foi firmado pelo Superior Tribunal de Justiça com a adoção e pagamentos devidos para o nicho de atuação.

Será preciso também estar atento a regra de retenção na fonte do ISS com as seguintes prestações de serviços:

  • Prestadora de serviço para a construção civil.
  • Prestadora de serviço em vigilância.
  • Prestadora de serviço para zeladoria.
  • Prestadora de serviço para dedetização.
  • Prestadora de serviço para portaria.
  • Prestadora de serviço para montagem.
  • Prestadora de serviço para coleta de lixo.
  • Etc.

Nesses casos, o contratante do serviço irá recolher o valor total do ISS aos cofres do seu município e efetuar o pagamento em valor líquido à empresa contratada.

Obviamente tudo o que foi falado aqui é apenas uma parte de como é preciso fazer a contabilidade de uma empresa prestadora de serviço, mas existem muitos outros critérios e trabalhos a serem feitos, para que a saúde financeira da empresa não seja prejudicada.

Portanto, em caso de dúvidas e necessidades, entre em contato. Teremos prazer em ajudar!

Até a Próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *