Precificar Os Serviços

Veja 7 dicas para precificar os serviços da sua empresa

Ao abrir uma empresa, uma das grandes dificuldades dos empreendedores é saber como precificar os serviços ofertados por ela.

Ainda mais que os produtos de consumo, que variam de acordo com a demanda, entre outros fatores que podem impulsionar a diferença nos valores, os serviços requerem todo um cuidado, afinal, envolve o tempo e a mão de obra profissional.

Pensando nisso, algumas dicas podem facilitar essa precificação, auxiliando no aumento das vendas e consequentemente no crescimento futuro do seu empreendimento.

Dica 01: Analise os custos

A primeira coisa que se deve levar em consideração são os custos envolvidos no processo de prestação de serviço.

Assim como nos produtos, os serviços possuem um custo, ainda que mínimo a aparentemente insignificante, ele deve ser levado em consideração, pois no final do mês podem trazer resultados significativos.

Dica 02: Observe a concorrência

Observar os valores de mercado e os benefícios que os concorrentes trazem a seus clientes também é um fator a ser levado em consideração no momento da precificação.

Isso porque os consumidores e clientes buscam sempre pelo melhor custo x benefício, e às vezes uma diferença, ainda que mínima pode influenciar na escolha do mesmo.

Dica 03: Estude a oferta/ demanda

Estude a oferta e a demanda de acordo com o seu mercado. Isso auxilia na diferenciação de acordo com o seu público e a rotina a ser desempenhada.

Fique atento às necessidades do seu mercado de modo a proporcionar o melhor serviço ao melhor custo

Dica 04: Proponha o melhor modo de cobrança

Alguns profissionais prestadores de serviços cobram menos, porém em valores fixos, oferecendo uma espécie de “pacote”, garantindo uma lucratividade de cauda longa.  Outros profissionais já preferem gerar a cobrança de acordo com o tempo disponibilizado para o mesmo.

A diferença entre os dois tipos de cobranças deve ser feita de acordo com o tipo de serviço ofertado e o tipo de propósito do negócio. De um modo geral a cobrança do tipo valor fixo é a mais procurada por evitar “sustos” no fim do serviço e a disponibilidade em ter o profissional à disposição, sempre que necessário.

Analise o seu ramo de atuação, estude a melhor proposta a ser feita ao seu cliente de acordo com as suas condições. O importante é manter uma relação saudável com o mesmo para gerir parcerias futuras.

Dica 05: Fique atento ao valor agregado

Um serviço, assim como um produto, pode ter um valor agregado e que trará uma diferenciação no preço do mesmo.

Isso ocorre em caso de exclusividade, um serviço diferenciado e que requer maiores cuidados ou ainda maiores custos.

Para este tipo de serviço, ou público é importante estar atento para uma melhor adequação do mesmo.

Dica 06: Não se esqueça dos Impostos

Todo e qualquer serviço prestado como fonte de renda, incide impostos e declará-los é importante para evitar transtornos com a Receita.

Logo, é muito importante estar bem atento ao tipo de tributação implicante no serviço desempenhado e assim evitar prejuízos com os mesmos.

Dica 07: Procure ajuda profissional

Essa dica vale para qualquer ramo de atuação em qualquer negócio empreendedor. Contar com a ajuda de um profissional especialmente na área contábil é o modo mais inteligente de conquistar o sucesso no seu empreendimento.

Um profissional qualificado pode te auxiliar a abrir os horizontes propondo melhorias e alterações em algumas fases do desenvolvimento dos seus negócios, além de ser um conhecedor do mundo das tributações e ainda pode te auxiliar a economizar através de um eficiente planejamento tributário.

Trabalhar no ramo de prestação de serviços não é, e nunca será um segmento fácil, exatamente pela dificuldade de se trabalhar com os interesses de pessoas. Por isso é muito importante criar meios de evitar qualquer vacilo.

Ponha em prática essas dicas valiosas no seu negócio e boas vendas!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *